terça-feira, 25, junho, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Éder Militão volta a processar ex-namorada Karoline Lima e tenta proibir mudança

Éder Militão voltou a processar Karoline Lima, sua ex e mãe de sua filha, Cecília, de um ano de idade.

Segundo informações publicadas pela página do Instagram Gossip do Dia, a decisão de processar a influenciadora teria partido após ela impedir que Cecília viajasse para encontrar o pai até que uma nova babá seja contratada para acompanhá-la. Atualmente, a bebê estaria sem babá.

O jogador, por sua vez, teria dito que não era necessário e que não queria nenhuma pessoa estranha em sua residência.

Ainda segundo a página, um dos pedidos que teriam sido feitos por Militão na ação, é que Karoline seja proibida de se mudar de São Paulo para o Rio de Janeiro. A alegação seria que ela está em uma “aventura amorosa” e que vai mudar a rotina da filha por isso. Atualmente, a influenciadora está namorando o jogador do Flamengo, Leo Pereira.

Para falar sobre a “aventura amorosa” que Karoline Lima estaria vivendo, Éder Militão teria anexado fotos dela com o ex-namorado, Gui Araújo, na tentativa de mostrar que ela está sempre trocando de parceiros.

A página Gossip do Dia disse, ainda, que já existe uma decisão obrigando que Karol permita a viagem de Cecília para assistir a final da Champions no dia 1º de julho, mas a condição é que a criança esteja com uma pessoa de confiança da mãe.

Vale lembrar que, recentemente, uma polêmica envolvendo a família tomou conta das redes sociais. Na ocasião, a irmã de Éder, Maju Militão, abriu uma live em seu Instagram para conversar com seus seguidores e, durante a transmissão, foi possível ouvir, ao fundo, uma mulher falando com Cecília, que estava em Madri passando um tempo com o pai.

Os seguidores de Maju reconheceram a voz como a de Tainá Castro, atual de Militão e ex de Leo Pereira, e opinaram que ela havia sido rude com a menina de um ano.

Logo após o ocorrido, Karoline Lima chegou a se pronunciar. “O fato é que eu não permito, nunca permiti e não vou permitir que qualquer pessoa trate a minha filha mal ou seja rude com ela. E se até agora eu estava esperando uma posição do pai dela, e ele acha que não foi nada demais, então pode deixar que quem vai tomar as atitudes sou eu”, falou em um desabafo.

*Com informações do Metrópoles