domingo, 14, abril, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Deputada Alessandra Campêlo exalta programa Prato Cheio na redução da fome no Amazonas

A deputada estadual Alessandra Campêlo (Podemos) comentou, nesta terça-feira (19/3), sobre o papel dos restaurantes e cozinhas populares Prato Cheio, mantidos pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), nas estatísticas nacionais que apontam a redução da fome no País.

Em 2023, 13 milhões de pessoas deixaram de passar fome no Brasil. Foi o que mostrou, na última semana, um estudo do Instituto Fome Zero, encomendado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. No ano passado, 20 milhões de pessoas estavam em insegurança alimentar grave, situação de fome. Já em 2022, esse número era de 33 milhões de brasileiros.

“Aqui no Amazonas, a gente tem dado a nossa contribuição, por meio de vários programas, como o Auxílio Estadual Permanente e o Prato Cheio. Já foram mais de 12 milhões de refeições servidas”, disse a parlamentar ao falar sobre o recente balanço divulgado pelo Governo do Estado. Alessandra foi gestora da Seas no período de ampliação dos restaurantes e das cozinhas populares de sete para 44 unidades, na capital e interior do Estado.

Na última segunda-feira (18/3), Alessandra Campêlo esteve com o governador Wilson Lima numa visita ao restaurante popular Prato Cheio do bairro Alvorada, na zona Centro-Oeste de Manaus. Eles almoçaram no local e exaltaram a importância social do programa no atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade.

“A gente tem que comemorar que os números começam a melhorar, mas isso mostra que ainda temos que lutar muito porque não é possível que, num país rico como o Brasil, as pessoas ainda passem fome. Isso tem que nos indignar”, afirmou Campêlo.