domingo, 14, abril, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Atleta do Bolsa Esporte Estadual é destaque na mídia nacional

Neste domingo (17/03) o atleta Jair Paulino, conhecido como Jajá do Wake, teve sua história contada no Esporte Espetacular, programa dominical exibido pela Rede Globo. O jovem amazonense, que conta com o apoio do Governo do Amazonas por meio do Bolsa Esporte Estadual e Projeto Amazonas nas Olimpíadas de Paris 2024, foi convidado para voltar ao matinal depois de 10 anos.

“Histórias como a do Jajá mostram o comprometimento do Governo do Amazonas em fomentar o esporte como um veículo de desenvolvimento social e pessoal. Por meio de iniciativas como o Bolsa Esporte Estadual, temos o privilégio de participar ativamente na formação de atletas, oferecendo-lhes as ferramentas necessárias para que possam não apenas sonhar, mas realizar”, disse o secretário de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), Jorge Oliveira.

Na reportagem foram abordados temas como o desenvolvimento de Jajá, desde seu sonho de infância em se tornar um atleta de elite até os títulos alcançados. Jajá cresceu às margens do Rio Tarumã-Açu e foi influenciado por um dos nomes mais importantes do wakeboard no Brasil, Marcelo Giardi, conhecido como “Marreco”, pentacampeão brasileiro e ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio 2007.

Hoje aos 18 anos de idade, o jovem já conquistou um título mundial na categoria Jr. Men, na etapa de Portugal do World Wakeboard Championship (WWA). Jajá desde 2014 é membro da Seleção Brasileira de Wakeboard e se tornou o primeiro amazonense a conquistar uma etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade, realizada em Manaus e praticamente em casa no rio Tarumã.

“Ser reconhecido nacional e internacionalmente para mim é bem gratificante e consequência do fruto do meu trabalho, de todas as pessoas que me ajudaram. Sem o apoio do Governo do Amazonas esse ano, eu não estaria conseguindo me manter treinando, porque os treinos têm um custo elevado”, exaltou o atleta Jajá.

A história de Jajá é também um testemunho do impacto positivo que iniciativas como o Bolsa Esporte Estadual, Voo Campeão e Projeto Amazonas nas Olimpíadas de Paris 2024, apoios que o atleta obteve junto ao Governo do Amazonas, podem ter na vida de talentos locais. Graças ao suporte financeiro e estrutural que recebeu, Jajá pôde dedicar-se inteiramente ao wakeboard, alcançando títulos importantes que elevaram seu status no esporte.