domingo, 14, abril, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Governo do Amazonas inicia aulas do Jovem Bilíngue e amplia oferta de um segundo idioma na rede pública de ensino

O Governo do Amazonas deu início, nesta segunda-feira (26/02), às aulas do Jovem Bilíngue, projeto que passa a ofertar ensino de língua inglesa para mil alunos da 1ª série do Ensino Médio Regular, da rede pública estadual. O projeto é coordenado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e é mais uma iniciativa para aumentar o ensino de um segundo idioma na rede estadual. Em 2024, a oferta de um segundo idioma para os estudantes do Estado cresceu 34%, totalizando mais de 7 mil contemplados.

No ensino bilíngue, o segundo idioma não é abordado apenas como mais uma matéria na grade curricular do estudante, passando a ser ensinado de forma mais aprofundada, preparando os estudantes amazonenses para o mercado de trabalho e o ingresso em uma universidade, ao fim do período escolar.

“Essa é uma oportunidade única para esses alunos e a gente segue trabalhando para ampliar ainda mais a oferta. Assim a gente contribui para pavimentar um futuro promissor para esses estudantes. Eu não tenho dúvida que isso vai fazer diferença quando eles se apresentarem para o mercado de trabalho”, destaca o governador Wilson Lima.

O Governo do Amazonas tem trabalhado para firmar parcerias com instituições privadas e consulados com o objetivo de ampliar o desenvolvimento em um segundo idioma por parte dos alunos da rede pública de ensino e a expectativa é de que, em breve, novas vagas sejam ofertadas.

A secretária de Educação, Arlete Mendonça ressaltou que a iniciativa é uma oportunidade única para alunos da rede estadual de ensino. “Sabemos que só através da educação podemos transformar vidas e poder ver nos olhos desses alunos, o brilho, a alegria e a vontade de poder cursar uma segunda língua, é muito gratificante. Estamos muito felizes em poder proporcionar, através do governo do Estado, através do governador Wilson Lima, essa oportunidade”.

O projeto

O projeto Jovem Bilíngue oferece bolsas de estudos em instituições particulares, para o curso de Língua Inglesa. Os alunos que estudam pela manhã farão o curso de inglês das 14h às 17h; e os que estudam à tarde farão o estudo do outro idioma, das 8h às 11h. As aulas terão duração de três anos e serão todas às segundas-feiras.

Os alunos inscritos atenderam aos requisitos básicos previstos no edital, entre os quais ter idade mínima de 14 anos e estar cursando a 1ª série do Ensino Médio Regular. Além disso, as mil vagas foram preenchidas, incluindo alunos que possuem Cadastro Único (CadÚnico) e também com alguma deficiência.

O estudante Luiz Carlos, 15 anos, que cursa o primeiro ano do Ensino Médio, ressaltou a satisfação em fazer parte da primeira turma do projeto.

“Eu sempre quis fazer inglês, só que eu nunca conseguia um curso bom assim. Só estava esperando a oportunidade. O inglês é importante para muitas coisas, se eu quiser fazer um intercâmbio, mercado de trabalho em outro lugar, eu posso ir. Eu já vou saber o idioma deles”.

Ensino bilíngue

Além do projeto Jovem Bilíngue, a rede estadual oferta um segundo idioma (português-inglês, português- espanhol, português-francês e português-japonês) em 10 escolas de tempo integral beneficiando 6,4 mil estudantes. Com os mil contemplados do Jovem Bilíngue, o Estado atende aproximadamente 7,4 mil alunos.

Intercâmbio

Em fevereiro, na abertura do Ano Letivo 2024, Wilson Lima anunciou que alunos que estudam um segundo idioma na rede pública estadual serão selecionados para fazerem intercâmbio. O projeto em elaboração será desenvolvido em parceria com consulados e outras instituições.