domingo, 14, abril, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Vítima de agressões pede que vídeo pare de ser compartilhado: ‘foi só uma briga de casal’

A mulher que foi filmada sendo agredida pelo companheiro até desmaiar, fez uma um novo vídeo para pedir que as pessoas parem de compartilhar as imagens de violência que ela sofreu. A vítima com objetivo de defender o agressor ainda atribuiu o episódio a uma simples “briga de casal”.

O caso aconteceu no bairro Armando Mendes, Zona Leste de Manaus e repercutiu neste último fim de semana.

“Isso foi só uma briga de casal. Por favor retirem esse vídeo e parem de ameaçar ele”, diz a mulher em um trecho das filmagens. Ela ainda ressalta que o agressor tem sofrido ameaças.

No vídeo divulgado nas redes sociais, a mulher pede que não seja feito nada com o suspeito das agressões.

“Isso aconteceu e a gente não tava em si, ele trabalha, ele é trabalhador. Isso aconteceu por conta da bebida. Isso foi só uma briga de casal. Por favor retirem esse vídeo e parem de ameaçar ele”, diz a vítima.

As agressões

Nas filmagens compartilhadas nas redes sociais, é possível ver o momento em que o casal está sentado na calçada e o suspeito começa a ameaçar a vítima e desfere um soco contra ela. Após essas agressões, o suspeito enforca a vítima e ela desmaia na calçada.

Comentários de uma publicação nas redes sociais, aparece uma outra mulher que se identificou como filha da vítima e pediu que o vídeo continuasse a ser compartilhado para que o homem fosse preso. Ela ainda completa que não é a primeira vez que as agressões acontecem. Veja as publicações:

De acordo com a Lei Maria da Penha todo caso de violência doméstica e intrafamiliar é crime e deve ser apurado através de inquérito policial. Esses crimes são julgados nos Juizados Especializados de Violência Doméstica contra a Mulher ou nas Varas Criminais.

Segundo um dos termos da Maria da Penha, a validade da Lei pune violência doméstica contra mulheres mesmo sem que a vítima tenha feito a denúncia.