segunda-feira, 26, fevereiro, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Forças de Segurança do AM apreenderam mais de 7 toneladas de drogas neste ano

Mais de sete toneladas de entorpecentes foram apreendidas pelas Forças de Segurança do Amazonas, entre o dia 1º de janeiro até o dia 6 de fevereiro deste ano, em todo o estado. O quantitativo, conforme a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), é 138% maior que o apreendido durante o mesmo período de 2023.

Conforme o secretário da SSP-AM, coronel Vinícius Almeida, o aumento das apreensões é resultado de um trabalho integrado entre as Forças de Segurança do Amazonas associado ao levantamento de informações realizado pelas agências de inteligência do Estado.

“Nós temos um empenho muito grande da Polícia Militar e da Polícia Civil. O somatório dos esforços desses profissionais magníficos que nós temos no Amazonas tem gerado este resultado. Outro fato importante é a união das instituições, por meio da inteligência e das nossas parcerias com o Tribunal de Justiça, Ministério Público e Polícia Federal. Estamos trabalhando de maneira coordenada visando ter resultados mais eficientes, e quem ganha com isso é a nossa população”, afirmou o secretário da SSP-AM.

Apreensões

Na quinta-feira (08/02), o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) apresentou os resultados da última operação realizada pela unidade, a Déjà vu. Na ocasião, cerca de uma tonelada de entorpecentes, entre maconha e pasta-base de cocaína, foi apreendida.

Ao montante se somam as 2,8 toneladas que já haviam sido apreendidas em operação de Segurança do Governo do Amazonas, denominada Jomini, deflagrada pela PC-AM, por meio do DRCO e coordenada pela Secretaria de Segurança, no dia 2 de fevereiro. Além da droga, foi apreendido uma picape S10 e três homens foram presos.

O delegado-geral da Polícia Civil, Bruno Fraga destacou o trabalho desempenhado pelas equipes e afirmou que as unidades estão empenhadas em trazer mais resultados positivos. “Esse tem sido um trabalho minucioso realizado pelas nossas equipes a partir do qual está sendo possível realizar grandes e as maiores apreensões de drogas do Amazonas”, afirmou

O trabalho integrado entre o policiamento ostensivo e de inteligência, também, tem repercutido em grandes apreensões pelas equipes da Polícia Militar (PMAM). Foi a partir desta integração que, no dia 5 de fevereiro, os policiais do Comando de Operações Especiais (COE), em conjunto com as equipes da Base Fluvial Arpão 2, localizaram mais 435 quilos de entorpecentes.

Todas essas ações, somadas a outras operações realizadas entre 1º de janeiro até o dia 6 de fevereiro deste ano, retiraram de circulação mais de sete toneladas de entorpecentes. Os danos causados às organizações criminosas se aproximam dos R$ 100 milhões.

O comandante-geral da PMAM, coronel Klinger Paiva, destacou o resultado das ações realizadas pela instituição de combate ao tráfico de drogas. “Não tenho dúvidas que esse resultado é a somatória da integração de todas as Forças de Segurança. Estamos com nossas tropas nas ruas, nos rios, trabalhando dia e noite para cumprir o que nos foi determinado pelo nosso governador, que é levar mais segurança para a população, é isso que estamos buscando”, afirmou o comandante-geral.

Em 2023

Ao longo de todo o ano de 2023, a integração das Forças de Segurança resultou na retirada de mais de 28 toneladas de drogas das mãos das organizações criminosas. O quantitativo, de acordo com levantamento realizado pelo Centro Integrado de Estatística de Segurança (Ciesp), mostra que o Amazonas apreendeu mais entorpecentes que a soma das apreensões registradas de todos os demais estados da Região Norte.

*Com informações de assessoria