terça-feira, 18, junho, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Wilson Lima discute ampliação de leitos e vacinação contra a dengue em reunião com Ministério da Saúde

Na quarta-feira (07/02), o governador do Amazonas, Wilson Lima, participou de uma reunião virtual com a ministra da Saúde, Nísia Trindade, e outros governadores para discutir o cenário da dengue no país. Na ocasião, Lima ressaltou a urgência da ampliação do número de leitos de enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) como medida preventiva para atender pacientes que necessitem de hospitalização devido à doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

“A nossa maior necessidade aqui seria a questão do aumento do número de leitos de enfermaria e de UTI, como prevenção, todos voltados para o público adulto, principalmente”, explicou o governador.

A reunião também abordou o plano de vacinação contra a dengue, anunciado pelo Ministério da Saúde na última semana de janeiro. O Amazonas receberá a vacina, que será destinada a 12 municípios do estado. A iniciativa visa fortalecer as medidas de prevenção e controle da doença, especialmente em áreas com maior incidência.

Além da discussão sobre a dengue, Lima agradeceu à ministra Trindade pela antecipação da Campanha de Vacinação contra a Influenza para o Amazonas e demais estados da Região Norte. Seguindo o período sazonal das doenças respiratórias no estado, a vacinação contra a Influenza agora será realizada em novembro, não mais em abril.

“Quero aproveitar também para fazer o registro da disposição do Ministério da Saúde em adiantar a vacinação da Influenza no estado do Amazonas”, destacou o governador.

Wilson Lima enfatizou a importância das ações preventivas para combater as arboviroses, como a dengue, incluindo a orientação à população sobre a eliminação de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti. Ele também ressaltou a necessidade de monitoramento constante dos casos de dengue e outras doenças respiratórias no estado.

A reunião evidencia a preocupação das autoridades em preparar e fortalecer o sistema de saúde para enfrentar desafios relacionados à saúde pública, como a dengue e a Influenza, no estado do Amazonas.