sexta-feira, 01, março, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Forças de Segurança do AM deflagram operação para combater organização criminosa

A Operação Impacto, voltada para o combate a uma organização criminosa que atua na comunidade Nossa Senhora de Fátima, Zona Norte de Manaus, cumpriu, nesta quarta-feira (7), 30 mandados de busca e apreensão por crimes como tráfico de drogas, homicídios e roubos.

A ação integrada foi desencadeada pelo Departamento de Investigação sobre Narcóticos, da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), juntamente com a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

Durante coletiva de imprensa, o secretário de segurança, coronel Vinícius Almeida, destacou que a operação já vinha sendo estudada há pelos menos 90 dias, tendo em vista a dificuldade que as polícias tinham de acesso àquela comunidade, pois a rua era estreita e monitorada por uma organização criminosa.

“Agora vamos conseguir manter o policiamento muito mais eficiente dentro da comunidade, levando assim mais tranquilidade aos moradores. A Operação Impacto na localidade permanece por tempo indeterminado para restabelecer a ordem. Ela possui um impacto fenomenal não só para o Sistema de Segurança Pública, mas para toda a população”,afirmou o secretário.

Mandados cumpridos

O delegado-geral adjunto da PC-AM, delegado Guilherme Torres, destacou que foram cumpridos 30 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Durante o cumprimento das ordens judiciais, duas pessoas foram presas em flagrante em posse de uma pistola calibre 9 milímetros, 40 munições do mesmo calibre, três carregadores, além de porções de maconha e cocaína.

Segundo Torres, a ação contou com mais de 30 policiais civis e com um efetivo integrado da PMAM. O delegado-geral adjunto ressaltou a parceria do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) e do Ministério Público do Amazonas (MP-AM).

“Hoje foi dado o primeiro passo para retomada desse local, em que a população estava refém desses criminosos. Mas agora isso acabou, as Polícias Civil e Militar irão atuar nessa área, inclusive fazendo a segurança dos funcionários da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) que estavam sendo impedidos de trabalhar nessa localidade”,salientou Guilherme Torres.

O tenente-coronel Heber Ribeiro, comandante do Batalhão Norte, comentou que os policiais estavam nessa empreitada há mais de um mês, trabalhando com os setores de inteligência da Secretaria de Segurança para que fosse deflagrada essa ação.

“Nós atuamos diuturnamente aqui na zona norte e sabemos da dificuldade que era adentrar essa escadaria, isso dificultava o nosso trabalho. Hoje com essa retomada conseguimos levar mais paz e sossego aos moradores”,enfatizou o tenente-coronel.

*Com informações da assessoria