terça-feira, 18, junho, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Céline Dion fala de diagnóstico de síndrome rara em documentário sobre sua vida

Um documentário que narra o drama vivido por Céline Dion após o diagnóstico da síndrome da pessoa rígida terá sua estreia mundial pela Amazon Prime. A informação foi confirmada pela equipe da cantora, via Instagram, na última semana.

I Am: Céline Dion tem direção de Irene Taylor, mas não há data definida ainda para sua estreia. Na postagem, a cantora explica aos fãs o mote da obra: “Estes últimos anos têm sido um grande desafio para mim: a jornada desde a descoberta da minha condição até aprender a conviver com ela e administrá-la, mas não deixar que ela me defina.”

O documentário, acrescenta, é uma tentativa de descortinar tabus e dúvidas sobre a síndrome, ainda pouco conhecida, para ajudar outras pessoas com o mesmo problema.

O filme aborda a vida íntima nunca antes vista da diva pop, de bastidores de turnê ao seu guarda-roupas de alta-costura, passando pelos dramas vividos após compartilhar com o público seu diagnóstico, em 2022. É “uma carta de amor emocional, enérgica e poética à música”, diz o informe da equipe.

O último lançamento da cantora ocorreu em 2023, na trilha sonora do filme O Amor Mandou Mensagem. São as inéditas Love AgainI’ll BeWaiting On YouLove Of My Life e The Gift.

A síndrome da pessoa rígida é uma condição neurológica rara, que afeta uma ou duas pessoas em cada milhão e é caracterizada por rigidez muscular e espasmos. 

Após revelar a doença, Céline cancelou todos os shows até 2024 e foi morar com a irmã, Linda, sendo cuidada pela família. Ela é mãe de René-Charles, de 22 anos. Com Estadão.