quarta-feira, 17, julho, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Motorista de condução é preso por estuprar adolescente durante quatro anos em Manaus

 Um motorista de condução escolar, de 45 anos, foi preso por estupro de vulnerável de uma adolescente de 15 anos, nesta quinta-feira (18). A vítima era abusada sexualmente pelo indivíduo desde os seus 11 anos.

Durante coletiva de imprensa, a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), as investigações iniciaram em novembro de 2023, quando a vítima foi à Depca, junto ao seu pai, noticiar que no dia anterior à denúncia, teria sido abusada sexualmente dentro do carro que fazia condução escolar.

“Após uma escuta especializada, a adolescente nos relatou que o autor era contratado da família desde 2019, quando ela tinha 11 anos, conduzindo-a na ida e na volta para a escola. A partir desta idade, ele intensificou a violência contra ela, mostrando vídeos pornográficos, até que naquele dia ocorreu o estupro no interior do veículo”,disse.

Segundo a delegada, a vítima contou que o infrator é conhecido da sua família e morava no mesmo bairro que ela. Depois de todos os trâmites e da equipe de investigação identificar o homem, foi constatado que ele fazia condução de forma irregular em um carro particular, o que foi possível verificar que ocorre com frequência em Manaus.

“Também percebemos o tipo de risco que as crianças e os adolescentes estão correndo neste tipo de transporte. Então, considerando o início das aulas e que ele estava à solta, podendo fazer novas vítimas, ou que já tenham novas vítimas, representamos pela prisão preventiva dele para que ele aguarde custodiado e, com isso, possamos finalizar as investigações de forma mais tranquila”,contou.

Conforme a titular, segundo depoimento da vítima, o indivíduo conduzia um número excedente de passageiros dentro do carro, chegando até a colocar crianças na mala do veículo. Inclusive, segundo ela, ele mostrava vídeos de abusos sexuais cometidos contra outras adolescentes.

“Deste modo, nós achamos muito importante pedir a prisão preventiva dele, até pela possibilidade da existência de outras vítimas e para que ele não continue fazendo vítimas, uma vez que está próximo do ano letivo. Ele foi preso em cumprimento de mandado de prisão preventiva, no bairro Petrópolis, zona sul”,disse.

Joyce relata, ainda, que a partir de agora será aprofundada a investigação em torno deste caso, pois a vítima chegou a relatar para a mãe a respeito dos atos libidinosos. A mãe da adolescente chegou a interromper o contrato com o indivíduo, no entanto, a vítima voltou a ser conduzida por ele tempos depois.

“Iremos ouvir a genitora para verificar se houve uma possível omissão da parte dela. Pois o fato de ela ter dado continuidade aos serviços do homem, acarretou no estupro contra a própria filha. Esse caso se trata de mais um no qual a vítima expõe o crime, mas ninguém acredita na palavra dela. Ela resolveu se calar pois não tinha sido levada a sério. Em novembro, ele consumou o estupro e ela contou ao seu pai o que teria acontecido. No outro dia, o genitor a trouxe e iniciamos os trabalhos investigativos”,detalhou.

A delegada solicita a quem tiver contratado os serviços deste indivíduos, que levem às crianças e adolescentes até à Depca, para que elas sejam ouvidas e verificado se houve algum tipo de violência contra elas.

Procedimentos

O homem responderá por estupro de vulnerável e estupro e ficará à disposição da Justiça.

*Com informações da assessoria