quarta-feira, 21, fevereiro, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Neymar viraliza ao cantar música que fala em “dar perdido

O cruzeiro de Neymar, Ney Em Alto Mar, já está dando o que falar. O jogador viralizou nas redes sociais, nesta quarta-feira (27/12), ao cantar a música Set dos Casados, que fala em “dar perdido” e ser flagrado pela cunhada.

Nas imagens que circulam no Twitter, o jogador grita “fud*u, fud*u, fud*u, fud*u, eu fui dar perdido na Bianca e a cunhada apareceu”. Para quem não lembra, a ex-cunhada de Neymar se chama Bianca Biancardi e soltou o verbo contra o ex da irmã quando as traições do atleta vieram à tona.

Na letra original, de MC Kevin com a participação de diversos funkeiros, o personagem afirma “eu fui dar perdido com os amigos e a cunhada apareceu”. No microblog, os internautas detonaram o comportamento de Neymar.

“‘Estou querendo me acertar com a mãe da minha filha’ kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk”, escreveu um. “A maturidade nunca chega pra esses caras? Na moral, muito doido isso”, disparou outra. “Neymar se queima sozinho, impressionante 😂😂”, comentou um terceiro.

Teve também quem defendeu o jogador: “Todo mundo faz exatamente o que ele tá fazendo quando toma umas breja. O moleque já ganhou tudo o que tinha pra ganhar, machucado, deixem o menino viver. Tá certo, Ney, meu parceiro. Na próxima, tô com você, só não deu pra ir porque estou a caminho do Guarujá, tóisss”, escreveu um. “Por que a felicidade alheia incomoda tanto? Deixem o cara viver em paz”, detonou outro. “Vocês estão muito mal amados kkkk. O cara num cruzeiro dele e vocês aí falando mal kkkkkkkk Vão viver a vida”, aconselhou um terceiro.

Relembre a treta entre Neymar e Bianca Biancardi

No fim de junho, Bianca Biancardi tomou as dores da irmã, Bruna Biancardi, que era noiva de Neymar e estava à espera de Mavie, primeira filha do craque. A moça usou as redes sociais para compartilhar um desabafo sobre como o cunhado vem lidando com os últimos acontecimentos, já que foi acusado de trair a futura mamãe e flertar com algumas modelos.

“Eu poderia enviar isso por WhatsApp, mas como ele gosta de zoar na internet, bora lá!”, escreveu numa carta aberta, se referindo à ironia que ele teria feito, perguntando “mais alguém?”, com relação às mulheres que estão mostrando conversas com o jogador.

E seguiu: “Para deixar claro, enquanto essa exposição e deboche continuarem acontecendo, eu continuarei falando. Sugiro que pare de tratar situações graves com risadinhas. Sei que é difícil enxergar a seriedade da situação, quando não se tem responsabilidades, compromisso e cuidado com o próximo. Além de ser cercado por gente que o trata como um Deus, aplaudindo as suas cagadas”.

Sobre Neymar, Bianca ainda destacou que muitas pessoas o “tratam como Deus, aplaudindo as suas cagadas”. “Os comentários na foto em que assume a traição demonstram isso. Muitos, ainda por cima, citam Deus e versículos bíblicos. Está debochando da situação, ao invés de sentir vergonha e constrangimento. Está dando risada nas redes sociais, expondo a minha irmã mais uma vez. Acha que os outros ‘querem o derrubar’, enquanto ele se derruba sozinho”, ressaltou.

De acordo com a nutricionista, Bruna suporta as últimas polêmicas ao lado do atacante por amor, uma vez que ela não precisa do status nem da condição financeira dele: “Ela é uma mulher muito bem-sucedida, que trabalha desde os 16 anos. Por fruto do trabalho dela (e não pelo dinheiro de ninguém), ela tem uma vida muito confortável e poderá criar a sua filha da melhor maneira possível. Ela realmente está nessa relação por querer que sua filha tenha a família unida e um pai presente, por querer que ele cuide e crie da filha que ele tanto quis fazer”.

E finalizou lembrando que Neymar pediu desculpas à família em vão. “O que adianta pedir perdão para a família no chá de bebê, e continuar agindo como criança? Adoraria que a nossa convivência pudesse ser sempre respeitosa e amigável e eu e minha família estamos dispostos a isso. O que não será mais tolerado é esse tipo de publicação infantil, desrespeitosa e imoral”, concluiu. Com informações de Metrópoles.