segunda-feira, 26, fevereiro, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Lula diz esperar que Dino seja um “comunista do bem” no STF

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) homenageou, durante reunião ministerial nesta quarta-feira (20/12), o ministro Flávio Dino, aprovado para vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Na fala, Lula afirmou que espera que Dino seja um “comunista do bem”, e frisou que ministros da Corte devem falar apenas “pelos autos do processo”.

“Obviamente que vai ter uma fala especial do nosso querido Flávio Dino, que foi ‘eleito’ ministro da Suprema Corte desse país. Segundo a extrema direita, foi o primeiro comunista a assumir a Suprema Corte, e eu espero que seja um comunista do bem”, defendeu Lula, em discurso inicial na reunião.

O plenário do Senado Federal aprovou, na última quarta-feira (13/12), as indicações de Flávio Dino ao Supremo Tribunal Federal (STF) e de Paulo Gonet à Procuradoria-Geral da República (PGR).

Na fala, o chefe do Executivo federal pediu que Dino “tenha amor, carinho, e sobretudo seja justo”.

“Porque ali não pode prevalecer apenas a visão ideológica, ali, meu caro Flávio Dino, com a tua competência, só tem uma coisa que você não pode trair, o teu compromisso com o povo brasileiro e com a verdade”, ressaltou Lula.

Ministro “não tem que dar palpite”

Segundo Lula, o papel de um ministro da Corte é falar pelos autos do processo. “O ministro da Corte não tem que ficar dando entrevista, ficar dando palpite sobre os votos, ele fala nos autos do processo. E é isso que interessa pra quem recorre à Suprema Corte.

O petista frisou que “está confiante que Dino será motivo de orgulho para o país quando assumir [o cargo no STF], em 22 de fevereiro”. Com informações de Metrópoles.