quarta-feira, 21, fevereiro, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Mandante de homicídio do servidor do TCE-AM é preso

Israel da Silva Assis foi preso, nesta segunda-feira (18), como suspeito de ser o mandante do assassinato de Erwin Rommel Godinho Rodrigues, de 54 anos, servidor no Tribunal de Contas do Amazonas (TCE). O crime ocorreu em novembro, na saída de um restaurante localizado na avenida Santos Dumont, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

A Operação Legisperitum, deflagrada no início do mês, prendeu Hewerton Kauan Oliveira Cavalcante, de 18 anos, responsável por atirar em Erwin.

O delegado Ricardo Cunha, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), informou que mandante do crime nega a participação no crime, mas disse que conhece o executor.

“Nós descobrimos que o Israel se desfez do seu telefone logo após o crime, mais um indicativo da sua participação no crime. Temos muitos elementos que o colocam na cena do crime”,disse Cunha.

De acordo com a investigação, a motivação do crime se volta a cobrança de dívidas de honorários entre Erwin e Israel, onde a vítima cobrava R$ 1,5 milhão ao suspeito.

“O motivo apontado pela investigação neste momento são dívidas de valores, é a principal motivação. Insistentemente, Erwin começou a cobrar, inclusive já tinha sido ameaçado pelo Israel, que ele desse o jeito dele, que ele não iria arcar com nenhum valor, mas voltaram a ter contato e neste dia, eles iriam ter uma definição do que iria ser esse valor”relatou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, Israel ofertou à Hewerton a quantia de R$ 5 mil para matar Erwin.

“Ele ofereceu o valor de R$ 5 mil para uma pessoa que é próxima a ele, ele ofereceu para Hewerton, que trabalha no lanche que pertence à sua companheira. O atirador contou que o Israel contratou ele”finalizou Ricardo Cunha.

Israel está preso e ficará à disposição da Justiça.