terça-feira, 18, junho, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Melhor arqueiro do Estadual da categoria, D’Bryan não sofreu gol na competição e foi peça fundamental para o vice-campeonato da Inter Academy

Manaus (AM) – O goleiro D’Brayan Carneiro Soares, da Inter Academy, terminou a competição do Campeonato Amazonense Sub-12 sem sofrer nem um gol no tempo regulamentar. Por conta do destaque que recebeu, na próxima temporada o atleta de 12 anos vai representar o Amazonas nas categorias de base do Atlético-MG.

Eleito melhor goleiro do Barezinho Sub-12, D’Brayan, mesmo com o vice-campeonato, se sente grato e, apesar da pouca idade, revela maturidade ao admitir o título do adversário.

“Quero agradecer a Deus. Ele que faz tudo por mim e me dá forças para agarrar nos campeonatos e fazer as defesas. Não levei nenhum gol no campeonato, lutamos muito, não conseguimos sair com a vitória, mas sempre tem um vencedor, né? Hoje não fomos nós, mas amanhã pode ser. Tudo no tempo de Deus”,ponderou.

D’Brayan revelou ainda que não pretendia ser goleiro. A vontade era atuar na linha, fazer gols e não o evitar, mas seu pai, Márcio Soares, conhecido como “Frito D’Bala”, de 39 anos, o incentivou a treinar de luvas e debaixo das traves.

O pequeno goleiro recebe o apoio incondicional de familiares e amigos. Em todos os jogos do Barezinho, a Arena Laranjeiras, palco dos confrontos, era tomada pelos fãs e admiradores de D’Brayan que aplaudiam e gritavam seu nome. Um diferencial para início de carreira de todo atleta: pessoas que acreditam nos seus talentos.

A chance no futebol mineiro

Foto: Divulgação

Há dois meses, o empresário, Fábio Vassallo, de 43 anos, dono da empresa Vassallo Sports, levou D’Brayan para um período de avaliação no Atlético-MG. Na ocasião, ele foi aprovado, voltou para Manaus e disputou o Campeonato Amazonense Sub-12 pela Inter Academy. O goleiro irá retornar em fevereiro para Belo Horizonte, onde vai assinar com o clube mineiro e ser introduzido de forma definitiva nas categorias de base.

Com humildade, o craque amazonense falou do orgulho que sente por representar o Amazonas em um dos maiores centros do futebol brasileiro e, de alguma forma, realizar o sonho de tantas pessoas. Ele admitiu que está tendo a chance de sua vida e garantiu que fará o possível para não perder essa oportunidade.

“Vou representar o Amazonas no Atlético-MG. Sei que carrego o apoio e o sonho de muitas pessoas, principalmente da minha família, em especial do meu pai, e se Deus quiser, vou conseguir me tornar profissional e, quem sabe, ser convocado para a Seleção Brasileira e ajudar trazer mais uma taça para nosso país. Estou tendo uma chance que muitos quiseram e, inclusive meu pai e aproveito para dizer eu amo muito ele, quero agradecê-lo por fazer isso a minha vida”, finalizou o paredão.

*Com informações da assessoria