sábado, 20, julho, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Campeão de xadrez, aluno da rede estadual representa o Amazonas no Sul-Americano Escolar, no Chile

O estudante amazonense campeão de xadrez, Suan Lira, aluno do Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Elisa Bessa Freire, localizado na zona leste de Manaus, representará o Amazonas no Campeonato Sul-Americano Escolar 2023, disputado na cidade de Santiago, no Chile. A competição que reúne talentos esportivos, contribui para o desenvolvimento esportivo, cultural e de intercâmbio entre jovens de 12 a 14 anos de idade, de 11 países participantes.

O jovem jogador embarcou para a capital chilena no domingo (03/12), integrando a delegação brasileira composta por mais de 220 alunos atletas que competirão em 11 modalidades. Os atletas que irão competir no Sul-Americano são campeões dos Jogos Escolares Brasileiros (JEBs), critério adotado pela CBDE para a convocação da equipe do Brasil. Os jogos se iniciam nesta segunda-feira (04/12).

Mestre da Confederação de Xadrez, professor e um dos treinadores que levou Suan Lira a ser conhecido na comunidade enxadrista como o “prodígio do xadrez”, Andrey Neves, contou que é testemunha do talento excepcional do jovem amazonense.

“Em 2022, ele foi 4º lugar no Campeonato Brasileiro. Não satisfeito, ele retornou, sendo classificado para representar o Brasil, em sua categoria, no campeonato da Itália. Lá, conseguimos ser o melhor das Américas”, compartilhou o treinador.

Prodígio do Xadrez

Feitos dignos de admiração atemporal, como o único a derrotar o mestre paraguaio Cubas e 16 jogadores na exibição de xadrez “Simultânea” no “Manaus Chess Open”, Suan Lira descobriu seu talento em julho de 2021, em um projeto de xadrez oferecido pelo Ceti Elisa Bessa Freire.

Orgulho dos pais, após as aulas na escola, o estudante dedica-se, mais ainda, em casa, na leitura de livros buscando aprimorar suas habilidades.

Suan Lira destacou o apoio constante da Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar para participar dos torneios. O atleta contou que seu objetivo é continuar melhorando sempre.

“O campeonato mundial é outro nível, existem jogadores muito fortes, por isso tenho que me manter focado sempre”, afirmou Lira.

Tímido e de poucas palavras, o jovem segue sua história com um único sonho: alcançar o título de mestre da Federação Internacional de Xadrez (Fide), honraria vitalícia concedida pela Fide aos enxadristas profissionais, que tenham obtido a pontuação igual ou superior a 2.300 pontos em partidas válidas pela federação.

“Nós estamos muito felizes pelas conquistas do Suan no xadrez. E pela oportunidade de representar, não só a rede estadual de ensino, mas o Amazonas no Sul-Americano. Estamos todos na torcida por mais essa vitória”, destacou a secretária adjunta executiva de desporto escolar da Secretaria de Educação, Amanda Silotti.

Fonte: Fato Amazônico