sexta-feira, 01, março, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

PMs da Rocam réus por chacina em Manaus são afastados e perdem salários

O caso da chacina do ramal Água Branca, em Manaus, ganhou um novo desdobramento. A Justiça do Amazonas decidiu afastar dos respectivos cargos 14 policiais militares da Rocam acusados do crime, com isso eles perdem os salários de até R$ 19 mil. A Polícia Militar do Amazonas publicou a portaria no Diário Oficial do Estado (DOE), na terça-feira (21). Veja lista dos PMs abaixo.

Os corpos das quatro vítimas foram encontrados em dezembro de 2022 em um carro, no ramal Água Branca, na rodovia estadual AM-010.

A decisão do juiz de direito Lucas Couto Bezerra, que responde pela 2ª Vara do Tribunal do Júri. Além de determinar a suspensão dos PMs do exercício da função, o magistrado decidiu que outras medidas cautelares serão aplicadas aos policiais militares:

  • Suspensão da remuneração,
  • Recolhimento dos armamentos e materiais bélicos institucionais,
  • Recolhimento das carteiras de identidade dos Policiais Militares,
  • Recolhimento dos fardamentos Policiais Militares,
  • Suspensão dos portes de armas institucionais
  • Bloqueio e cancelamento de Serviços Extra Gratificado.

Na decisão, o juiz argumenta os motivos da suspensão dos salários: “Posto que não estão exercendo a função militar, nem de natureza ou interesse militar, em razão do afastamento do serviço ativo da Polícia Militar do Amazonas”.

A decisão já chegou ao Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas, foi repassada pelo comandante-geral, Marcos Klinger dos Santos Paiva no dia 13 de novembro de 2023, mas só foi publicada no Diário Oficial do Amazonas (DOM) na segunda-feira (21).

A decisão judicial determina a suspensão de 14 policiais militares:

  • Tenente Thiago Silva Paz de Almeida
  • Sargento Charlys Mayzanyel da Ressurreição Braga
  • PM Charly Mota Fernandes
  • Sargento Jonan Costa de Sena
  • Sargento Raimundo Nonato do Nascimento Torquato
  • Cabo Jose Vandro Carioca Franco
  • PM Tharle Coelho Mendes Bruce
  • PM Diego Bentes Bruce
  • Cabo Stanley Ferreira Cavalcante
  • Cabo Anderson Pereira de Souz
  • Cabo Maykon Horara Feitoza Monteiro
  • Soldado Weverton Lucas Souza de Oliveira
  • Soldado Marcos Miller Jordão dos Santos
  • Soldado Dionathan Sarailton de Oliveira Costa

Relembre o caso

Os dois homens e duas mulheres foram encontrados mortos dentro de um carro, na rodovia AM-010, no dia 21 de dezembro de 2022.

As vítimas foram identificadas como Diego Máximo Gemaque, de 33 anos; Lilian Daiane Máximo Gemaque, 31 anos; Alexandre do Nascimento Melo, 29 anos; e Valéria Pacheco da Silva, 22 anos.

De acordo com a polícia, o carro com os corpos estava na região do ramal Asa Branca, na altura do quilômetro 32. A rodovia estadual liga a capital Manaus às cidades de Rio Preto da Eva e Itacoatiara.

As vítimas estavam com diversos sinais de agressão pelo corpo e foram baleadas. Os policiais envolvidos no crime foram presos na tarde do dia 24 de dezembro do ano passado.