sexta-feira, 01, março, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Virada Feminina do AM emite nota de repúdio contra gerente da Tumpex, acusado de abus0 sexu4l em Manaus

A Virada Feminina do Amazonas, representada pela presidente Cileide Moussallem, vem a público manifestar seu mais veemente repúdio à postura inaceitável do gerente da Tumpex, Caio Seiss, acusado de importunar sexualmente várias mulheres e até menores de idade durante o expediente de trabalho na empresa que deveria ser referência em coleta e tratamento de lixo na cidade de Manaus.

“Nós mulheres sempre somos subestimadas. Seja dentro de casa, no ambiente de trabalho, na sociedade em geral. Sempre precisamos provar que somos capazes e esse trajeto não é fácil. Sempre há um Caio no meio do caminho, que se aproveita da sua posição de poder para realizar seus desejos importunos, como um sugador de alma. Há quem ceda, há quem não. Mas a culpa nunca é da vítima! A violência presente nesse caso vai além da sexual. Nitidamente houve violência psicológica, que fez com que essas mulheres abrissem mãos dos seus valores para continuar sustentando suas filhas, ou até mesmo, para ingressar no mercado de trabalho que é extremamente segregador. Eu repudio, eu condeno e eu tenho nojo de Caio Seiss. De todos os ‘Caios’ que existem nesta sociedade. Eu abraço cada vítima deste ser repudiante, e peço justiça por estas mulheres!”, afirmou Cileide Moussallem.

Caio é acusado de ter importunado sexualmente pelo menos 57 mulheres dentro da empresa Tumpex, com sede no bairro Da Paz, em Manaus. Ele, que ocupa o cargo de gerente da firma, filmava as vítimas e supostamente usava as imagens para ameaçá-las.

Muitas das vítimas de Caio seriam mulheres casadas, que temiam perder seus empregos, e menores aprendizes que sonhavam em ter a carteira assinada pela primeira vez.

Os vídeos vieram à tona nesta quarta-feira (08) mas a empresa optou apenas por afastá-lo, sendo omissa diante deste escândalo.

Fonte: CM7