quarta-feira, 21, fevereiro, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Vasco e MP assinam TAC para liberar São Januário aos torcedores

O Ministério Público e o Vasco assinaram no fim da manhã desta quarta-feira o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que o público volte a frequentar São Januário. O documento ainda precisa ser homologado pela Justiça, o que deve ser feito em um curto prazo.

O Vasco pretende que a primeira partida com público seja no dia 21 de setembro contra o Coritiba. Para este jogo, o clube já terá que adotar algumas ações. O TAC tem sete cláusulas e algumas são de implementação imediata e outras a longo prazo.

O estádio de São Januário passará por modernizações pontuais. A primeira delas, que foi colocada no TAC, é a necessidade da instalação de câmeras de identificação nas catracas. A instalação será gradual, começando pelas gratuidades. O programa deve estar em pleno funcionamento até junho de 2024.

O CEO do Vasco SAF, Lúcio Barbosa, contou que o clube fará melhorias no acesso e escoamento do público, como alargar os portões. Ele disse ainda que o Vasco tem 70 projetos para obras em São Januário.

O procurador-geral de Justiça, Luciano Mattos, afirmou que enviará comunicados as administrações do Maracanã e do Nilton Santos para que medidas semelhantes sejam instaladas nos estádios.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, também participou da reunião e informou que a prefeitura irá aumentar a sua atuação no entorno do estádio.

— O que nós vamos buscar fazer a partir de agora com esse termo de ajustamento de conduta é ter um trabalho mais integrado no entorno, buscando melhorar acessos, fluxos, a ordem urbana, não permitir exageros. Fazer uma coisa parecido que a gente faz já hoje no Maracanã, que é o papel da prefeitura, com mais operação de trânsito, com mais controle, com mais ordem urbana — disse Eduardo Paes.

Com informações de: O Globo