sábado, 20, julho, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Após finalizar o #SouManaus Passo a Paço, presidente da Manauscult Osvaldo Cardoso vai com a família para a Colômbia

Após sofrer várias críticas devido a sua má administração à frente do Festival #SouManaus Passo a Paço, o presidente da Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Manauscult), Osvaldo Cardoso Neto, pegou a família e se mandou para a Colômbia, onde curte as praias locais.

Osvaldo foi durante criticado e deve ser investigado pelo Ministério Público do Amazonas (MP-AM), Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) entre outros órgãos de fiscalização, por diversas denúncias de falta de transparência na contratação de artistas nacionais e internacionais para o Festival.

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência entrou com uma representação contra Osvaldo Cardoso, por não ter dado a acessibilidade adequada para as Pessoas Com Necessidades Especiais, conforme dita a Lei.

O TCE-AM pretende investigar as contratações feitas por Osvaldo para o #SouManaus Passo a Paço e deve solicitar que o Ministério Público de Contas (MPC), entre com um processo contra o secretário.

Aliados de Osvaldo não ficaram satisfeitos com o modo que ele conduziu o festival organizado pela Manauscult e a Prefeitura de Manaus, e já pensam em pedir a “cabeça” do secretário, que teve de viajar com a família para esfriar as coisas em Manaus.

Osvaldo Cardoso pegou a esposa Faby Albuquerque Cardoso, as crianças e se mandou para a Colômbia logo após o final do Festival Passo a Paço. Faby Cardoso até bloqueou suas redes sociais, para que o marido não seja localizado.

Osvaldo Cardoso e família, estaria apenas começando seu roteiro turístico na Colômbia, já que o país vizinho faz conexão com os Estados Unidos, sendo parada obrigatória antes de chegar ao seu destino final, que deve ser Orlando ou a cidade de Miami, que é muito frequentada por brasileiros de classe média.

Enquanto “Osvaldinho” se esconde de suas responsabilidades à frente da Manauscult em uma viagem de “férias” para a Colômbia, seu nome segue cozinhando e podendo até perder o cargo de presidente da Fundação Municipal de Cultura e Turismo.

Fonte: OABUTRE