terça-feira, 25, junho, 2024

adm.portalatualizado@gmail.com
(92)98474-9643

Search
Close this search box.

Tio preso por estuprar sobrinha no AM debochou dela em mensagens: ‘pura diversão

Um homem de 38 anos foi preso, nesta quarta-feira (6), por estupro praticado contra a própria sobrinha, que tinha 16 anos na época do crime, em março de 2022. A prisão ocorreu no município de Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus). Após o crime, o suspeito mandou mensagens debochando da vítima em uma rede social. Veja conversas abaixo.

Nas mensagens o suspeito afirma que cometeu os abusos “por pura diversão”. De forma sádica, ele também escreveu que gostava de acompanhar o sofrimento da vítima: “Tão linha e resistente. Saudade de vê sua cara de choro.

A delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), informou que a vítima e o autor estavam morando na mesma casa. O estupro foi consumado mais de uma vez, seguido de constantes ameaças, dentre elas a psicológica, e constrangimentos, fazendo com que a vítima se sentisse culpada pelo fato.

“Ela formalizou o Boletim de Ocorrência no dia 14 de agosto deste ano, e relatou que não denunciou antes pois tinha medo, devido às ameaças sofridas. Além disso, a vítima nos relatou que contou sobre o crime apenas para suas tias, irmãs do autor, que ficaram revoltadas com a situação e pediram para que ele não se aproximasse mais da vítima, pois ela já o havia denunciado”, disse.

Conforme a delegada, mesmo com o pedido das irmãs, o suspeito mandava mensagem para a vítima por meio de uma rede social, importunando e menosprezando a denúncia da vítima.

“Além de ele alegar que a denúncia dela não adiantaria de alguma coisa, ele confessou a prática criminosa de maneira bastante machista e agressiva, ferindo o psicológica da vítima. No dia 28 de agosto ela nos procurou novamente e nos mostrou as mensagens do autor, ocasião em que pediu uma medida protetiva devido ao assédio que estava sofrendo”, falou.

Ainda segundo a titular, devido à gravidade dos fatos, foi solicitada a prisão preventiva do suspeito, que foi cumprida nesta quarta, em Presidente Figueiredo. O infrator também possui uma passagem pelo crime de roubo.

Procedimentos

O homem responderá por estupro e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Fato Amazônico