30/05/2020 (92) 98474-9643

Policia

Alunos denunciam "professora ignorante" da Faculdade ESBAM em Manaus

Alunos do 3º período do curso de pedagogia da Faculdade ESBAM, procuraram o Portal  para denunciar a professora Mestra, Sônia Celeste de Souza Lima por agressão verbal 

Por Jenny 04/05/2020 às 19:48:12

Reprodução

Alunos do 3º período do curso de pedagogia da Faculdade ESBAM, procuraram o Portal para denunciar a professora Mestra, Sônia Celeste de Souza Lima por agressão verbal e ainda dificultar acesso às informações básicas de questões que foram aplicadas por ela para a semana de provas.


Uma aluna que preferiu não se identificar contou ao Portal, que a professora mestra tratou os alunos do 3° período do curso com extrema ignorância via áudios de Whatsapp, como se ela estivesse sendo obrigada a exercer a função de educadora.


A estudante revelou ainda que procurou Sônia e pediu para que ela gravasse áudio tirando algumas dúvidas, já que os alunos estão na semana de provas e aulas foram suspensas por causa da pandemia. A resposta da educadora foi desta forma:


OUÇA O ÁUDIO :

WhatsApp-Audio-2020-04-30-at-16.46.38.ogg

WhatsApp-Audio-2020-04-30-at-16.46.37.ogg

Extremamente constrangidos com a humilhação, os alunos foram até a coordenação pedir ajuda para resolver o problema, mas mediante a pandemia foram informados que precisariam fazer um documento por escrito e esperar até semana que vem para obter resposta.


Uma professora de pedagogia que não quis ter o nome identificado, disse que Sônia é "metida a valentona", e que tem esse jeito grosso de se comportar, mas que é uma excelente profissional.


"Ela foi minha professora também e a minha turma na época, penou nas mãos dela, ela é bem complicada". Lamentou.


A equipe de reportagem tentou contato com a coordenação da ESBAM, localizada no Bairro Adrianópolis, Zona Centro-sul de Manaus, através do telefone 3305-1800, mas ninguém atendeu.


O Portal está à disposição para o direito de resposta da Instituição de Ensino, com relação comportamento da professora mestra Sônia Celeste de Souza Lima.




Fonte: Portal Bare

comentários